Reprodução

O Papa Francisco aceitou a renúncia ao governo pastoral da diocese de São Luís de Montes Belos (GO) apresentada por Dom Carmelo Scampa.

CNBB
CNBB

bispo nomeado é o Padre Lindomar Rocha Mota, do clero da Arquidiocese de Diamantina (MG), até então pároco de Santo Antônio em Curvelo (MG), que no momento, era pároco de Santo Antônio em Curvelo (desde 2019), diretor da Faculdade Arquidiocesana de Curvelo (desde 2012) e Professor no Seminário Maior de Diamantina e na Pontifícia Universidade Católica de Belo Horizonte.

 

 

Rio de Janeiro

Diocese de Nova Friburgo
Diocese de Nova Friburgo

Papa aceitou ainda a renúncia ao governo pastoral da diocese de Nova Friburgo (RJ) apresentada por Dom Edney Gouvêa Mattoso. Em uma nota divulgada em 22 de dezembro de 2019, Dom Edney informou que tinha enviado ao Santo Padre em 19 de dezembro seu “pedido de renúncia como Bispo Diocesano, por amor à Igreja” e pelo seu “próprio bem espiritual”.

“Tendo examinado a minha consciência diante de Deus e o serviço que há dez anos a Igreja me confiou como Bispo Diocesano de Nova Friburgo, procurei desempenhá-lo com espírito de serviço filial à Igreja e proceder com reta intenção e discernimento pelo bem das almas, hoje quero partilhar o estado em que me encontro, sinto-me cansado e esgotado, diante de toda a situação que se arrasta deste decênio e, particularmente, nestes últimos meses”, afirmou o Prelado em nota.

Como explica a Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil (CNBB), com a renúncia, o agora bispo emérito “fica desobrigado das funções concernentes ao governo de sua diocese, mas permanece no exercício de seu ministério durante toda a vida”.

Shutterstock
Shutterstock

Ao acolher o pedido de renúncia de Dom Edney Mattoso, o Papa Francisco também nomeou como Administrador Apostólico para a Diocese de Nova Friburgo, Dom Paulo de Conto, Bispo emérito de Montenegro (RS), o qual fica à frente desta igreja particular até a nomeação de um novo Prelado.