Movimento Familiar Cristão (MFC)

Um pouco de sua história

Nascimento: Argentina e Uruguai final dos anos 40
Primeiras experiências de grupos de casais
Criação oficial: Uruguai 1950
Pioneiros: Casais Soneira, Gelsi, Gallinal, Padre Pedro Richards
Brasil: Julho 1955
Durante o Congresso Eucarístico Internacional realizado no Rio de Janeiro

Expanção no Continente

América Latina:
1957 Constituído o SPLA – Secretariado para a América Latina 7 países: I Encontro Latino-Americano
Primeiros Presidentes: Federico e Hortensia Soneira.
América Latina: 2005 18 países, 40 mil famílias.

Iniciação

Através de convites pessoais e ou de Encontros conjugais, formam-se pequenos grupos com 10 a 12 pessoas, para facilitar um melhor entrosamento e aprofundar laços afetivos. Esses pequenos grupos são abertos na integração contínua de casais, viúvos (as), separados (as), divorciados (as) jovens, filhos e, abrem possibilidades aos seus integrantes de viverem um processo comunitário em troca de experiências, revisão de vida, reflexão crítica sobre os acontecimentos que afetam a sua vida conjugal, familiar, profissional, social, política e religiosa.

Grupos

São pessoas (adultos e ou jovens) interessadas em iniciar um ciclo de reuniões para o estudo dos grandes problemas que os desafiam. O confronto de opiniões, a troca de experiências e a ajuda mútua, darão o tom de cada reunião delineando seus caminhos. Seus membros deverão manifestar livremente, apresentando com espontaneidade as suas próprias perspectivas e experiências pessoais, para confrontos fraternos com as dos demais. Hão de ser fecundos, se houver abertura, tolerância, humanidade, atenção e hospitalidade à palavra do outro. Esses debates servirão para a remoção de pequenos e de grandes obstáculos à vivência mais harmoniosa das relações conjugais e de toda a família.

O que realiza

O MFC desenvolve muitas atividades de promoção familiar e social, com a participação dos membros de suas equipes: as muito conhecidas são as de preparação ao casamento, os cursos e encontros de casais, debates com pais ou com alunos, nas escolas: a manutenção de instrumentos e centros de orientação conjugal e familiar, além de desenvolver trabalhos com menores carentes.

Compromisso

O MFC está comprometido na construção de uma sociedade mais justa, que permita às famílias realizarem plenamente suas funções humanizadoras e evangelizadoras, por isso, quer a elaboração e crescente aprimoramento de uma política social familiar que responda às suas necessidades básicas de educação, saúde, habitação e lazer.

Como participar

Se você deseja ingressar no Movimento Familiar Cristão, basta procurar a direção deste Movimento na sua cidade,caso não consiga localiza-lo, comunique para o endereço abaixo e receberá instruções como proceder para encontrar o núcleo de mais fácil contato.

Carisma

Original: Valorização do amor conjugal, a construção de famílias mais felizes para que o mundo seja melhor.
Hoje: Preparar famílias para o compromisso cristão de construção de um mundo mais justo e solidário no qual todas as famílias possam se humanizar e cumprir a sua missão.

MFC aberto a participação de todas as pessoas e famílias

Famílias que buscam viver o amor entre seus membros, no serviço aos outros, com seus valores e imperfeições, independentemente da natureza do vínculo matrimonial
Pessoas solteiras, jovens ou adultos, viúvas, divorciadas, em sintonia com os objetivos e carisma do Movimento.

Espiritualidade Conjugal

O casamento é uma realidade humana e na visão cristã um sacramento Sacramento, se a união conjugal é fundada no amor que toma como modelo o amor de Deus: gratuito, fiel, humanizador, de doação ao outro…
O amor humano é, portanto, a expressão central da espiritualidade conjugal.

A vida do MFC

Movimento de pequenas comunidades familiares cristãs: casais e pessoas solteiras, viúvas, divorciadas, jovens e adultas, recasadas… em sintonia com o carisma do MFC
Comunidades que se encontram para criar laços afetivos, formar-se humanamente e na fé, para assumir ações transformadoras da sociedade.